domingo, 3 de setembro de 2006

Fonte d´água

Busco terras encantadas,
onde os sonhos são reais!

domingo, 6 de agosto de 2006

O olhar sábio transcendeu...

Sob o sol de uma hora da tarde,
sobe ladeira, desce ladeira,
pula cerca.

Capina, mostra a roça,
descansa sob uma pequena cabana,
conta histórias do passado.

Sobe até a parte alta do roçado,
não nos deixa segui-lo.
Não aguentaríamos.

sábado, 22 de julho de 2006

Por que?

porque ele brinca de bola
e faz pose para foto.
porque ele ainda não sabia falar
mas já explicava o que achava do mundo.
porque ele tem um olhar guloso
de quem tem olhos curiosos.

quarta-feira, 12 de julho de 2006

Admirar

quando passa a hora da nostalgia e as cores vibram no céu
eu vi...me encantou!

segunda-feira, 3 de julho de 2006

Infância

Quero a inocência ..
Com sabor de morangos, melancias, uvas e laranjas.
Quero bolo de cenoura com calda de chocolate,
gemada, ambrosia, doce de banana.

Quero a mão cor de rosa, as cabanas de cobertores,
modelar o mundo e inventar histórias.
Quero o pega-pega, o polícia-ladrão,
me esconder e brincar de elástico.

O banho de mar num domingo de verão,
a piscina num dia de sol.
O pinhão no São João,
o Albardão nas férias.

O vento gelado no rosto,
com cheiro de maresia.
Os relâmpagos, os trovões, os clarões
A névoa encobrindo as ruas e o caminho sendo descoberto a cada passo.

Não almejo o tempo que passou,
só não quero perder as lembranças de uma infância.

domingo, 2 de julho de 2006

Sem palavras

Não sei...a imensidão...
e é só olhar....

quinta-feira, 29 de junho de 2006

Ruínas

Prédio do antigo posto de saúde da Companhia de Tecidos Rio Tinto. Estado dentro do Estado, ergueu seu império dentro de território indígena. Expandiu, multiplicou-se, cresceu tanto que engoliu sua cria e o cuspiu assim. Esfacelado.

quarta-feira, 28 de junho de 2006

Rio Vermelho

Na água que a terra começa.
Águas que trazem esperança de um novo tempo
para Nova Brasília, Três Rios, Jaraguá, Vila de Monte-Mór


terça-feira, 27 de junho de 2006

Quem vem lá?

Eu quero andar pelo mundo..

quero descobrir..
quero ver!

segunda-feira, 26 de junho de 2006

Grafismo em um terreiro

Continuando a exposição de fotos da Pré-produção dos documentários "Caboco Potiguara", "Monte-Mór é nossa terra" e "Sou Potiguara". Aqui, o registro de um belíssimo terreiro que proporciona visões como esta, mas sua importância histórica e emocional para um povo está além de sua beleza. “A terra é santa, a terra é mãe, a terra é do índio, a terra é de Deus”.

quinta-feira, 22 de junho de 2006

Pôr do sol


Pôr do sol na Vila Regina, uma das aldeias da Terra Indígena Potiguara de Monte-Mór. Deixe-se surpreender mantendo a mente alerta para a sua própria vida. Pré-produção dos documentários "Caboco Potiguara", "Monte-Mór é nossa terra" e "Sou Potiguara".

quarta-feira, 21 de junho de 2006

Facão

Debaixo de umas árvores, num grande terreiro, enquanto na roda a conversa dura horas, um facão descansa e tem seu repouso interrompido por uma curiosidade da menina. Para aliviar a dor de um beijo seu, somente um preparado de cajú. Pré-produção dos documentários "Caboco Potiguara", "Monte-Mór é nossa terra" e "Sou Potiguara".

segunda-feira, 19 de junho de 2006

Urucum farinha bejú


Registro na Vila de Monte-Mór, na Terra Indígena Potiguara de Monte-Mór, durante o evento do Dia do Índio de 2005. Em uma mesa várias comidas, entre elas o bejú e a farinha, este o sustento de muitas famílias. O urucum é usado na pintura coporal.

domingo, 11 de junho de 2006

Portfólio

Espaço para compartilhar algumas imagens. Na primeira fotografia eu me apresento num registro feito por Gretha Viana durante as filmagens do curta/ficção "Cotidiano", dirigido por ela e Gabriela Passos. Numa inversão de papéis a fotógrafa de still do filme virou a modelo da foto.